Notícias

Cemulher lança site e realiza seminário nesta 5ª

23/08/2018

Como parte da programação da 11ª Semana da Justiça Pela Paz em Casa, será realizado, nesta quinta-feira (23 de agosto), o lançamento do site oficial da Coordenadoria Estadual da Mulher em Situação de Violência Doméstica e Familiar (Cemulher) no âmbito do Tribunal de Justiça de Mato Grosso (TJMT). O evento será realizado às 8h30, no auditório Gervásio leite, na sede do Poder Judiciário, em Cuiabá, e contará com a presença do presidente do TJMT, desembargador Rui Ramos Ribeiro, da Corregedora-Geral da Justiça, desembargadora Maria Aparecida Ribeiro e da coordenadora da Cemulher, desembargadora Maria Erotides Kneip.

O site da Cemulher está hospedado dentro do portal do Tribunal de Justiça (veja AQUI) e, segundo Maria Erotides, dará transparência e disponibilizará as ações e projetos dos juízes de Mato Grosso para toda a comunidade.

Além disso, no site poderão ser conferidos, artigos, notícias, normativas, estatísticas, projetos e tudo o que tem sido feito relacionado à violência contra a mulher. “Isso fará com que as pessoas saibam o que estamos fazendo e também nos apresente sugestões para que possamos fazer melhor o que é da nossa competência”, complementou a coordenadora da Cemulher.

Em seguida, a delegada do Estado do Piauí, Eugênia Nogueira do Rêgo Monteiro Villa irá proferir a palestra “A investigação e o processamento judicial do Feminicídio sob a ótica da perspectiva de gênero”, além de um painel sobre “Ações de Enfrentamento da Violência Doméstica e Familiar contra a Mulher”.

“Ela conseguiu implementar no Piauí uma Delegacia Especializada de Feminicídio, que tem um plantão de gênero, além do que foi criado um aplicativo de celular chamado ‘Salve Maria’, que será apresentado para a gente para que possamos ver a possibilidade de implementar aqui também”, disse Maria Erotides.

Posteriormente haverá um painel com os juízes da Vara de Violência Doméstica de Cuiabá que irão demonstrar o que estão realizando nessa área e os projetos desenvolvidos.

Cronograma – Ao longo de toda a Semana da Justiça Pela Paz em Casa, todas as comarcas estão, desde segunda-feira (21), proferindo despachos, decisões interlocutórias, realizando audiências, proferindo sentenças, fazendo todos os atos judiciais, dando valor e priorização às causas da violência doméstica e familiar.

Omonitoramento, segundo a magistrada, é feito diariamente e ao final da semana os dados serão encaminhados para o Conselho nacional de Justiça (CNJ). Em três dias, foram impulsionados 13 processos de violência doméstica com andamentos como intimação das partes, nomeação de defensores públicos e dativos, designação de audiências e decisões para cumprimento de sentenças, já foram informados.

Na Comarca de Matupá, por exemplo, por determinação da juíza Suelen Barizon, foram proferidas cinco sentenças em processos envolvendo crimes no âmbito familiar doméstico, além de proferidas decisões interlocutórias e despachos.

Ainda na programação, oficinas começaram a ser realizadas com mulheres vítimas de violência doméstica em parceria com a Primeira e Segunda Varas de Violência Doméstica da Capital, em parceria com o IFMT, campus Bela Vista, que visa oferecer ações de empreendedorismo para que elas possam ser inseridas no mercado de trabalho. Esse trabalho será realizado a cada 15 dias no Fórum de Cuiabá, Casa de Amparo e unidade socioeducativa.

Veja AQUI a programação completa do evento.

 

Dani Cunha
Coordenadoria de Comunicação do TJMT
imprensa@tjmt.jus.br
(65) 3617-3393/3394/3409